(11) 2229-2323 / (11) 2229-7788 / Whatsapp: (11) 99935-1563  

Tudo o que você precisa saber sobre o aço inox

ìndice

O aços inoxidáveis são grupos de metais à base de ferro contendo pelo menos 10% de cromo (metais de liga). 

O óxido de cromo cria uma barreira invisível ao oxigênio e à umidade. Assim, o cromo protege o ferro contra a maioria das corrosões ou ferrugens. 

Justamente por esse motivo, esse material de alta resistência recebeu o nome de aço inox. 

O revestimento é muito fino para ser visível, o que significa que o metal permanece brilhante por muito tempo.  

Isso não só remete à limpeza, como é esteticamente mais bonito do que o aço fosco. Por isso, acaba sendo uma opção muito mais interessante para utensílios domésticos. 

O aço inox é impermeável à água e ao ar, protegendo assim o metal por baixo.   

O objetivo dos aços inoxidáveis é ter um material de aço que seja altamente resistente à ferrugem e à corrosão e resistente a: 

  • Condições atmosféricas adversas, como exposição ao dióxido de carbono, umidade, enxofre, sal e compostos que contêm cloro (como já dissemos no nosso post sobre a questão de o aço inox enferrujar, a maresia); 
  • Produtos químicos produzidos natural ou artificialmente (por exemplo: ozônio); 
  • Condições extremas como temperaturas muito frias ou muito quentes. 

Em 1821, um pesquisador francês descobriu que, quando o ferro era ligado ao cromo, era mais resistente a certos ácidos.  

Na verdade, todos os aços expostos à água e ao oxigênio podem sofrer corrosão.  

No entanto, é aceito como um padrão internacional, que se menos de 0,1 mm da superfície plana do aço inoxidável ficar corroída por um ano, ele considerado um aço inox. 

O aço inox pode gerar problemas ambientais? 

O aço inoxidável é 100% reciclável. Na verdade, mais de 50% do aço inoxidável é feito de sucata fundida novamente, o que o torna bom para o meio ambiente. 

Os utensílios e peças produzidos a partir de um produto sólido de aço inox não são prejudiciais ao meio ambiente.  

No entanto, os resíduos da produção quando descartados de forma incorreta, com base nesses componentes, são prejudiciais para peixes, animais, plantas e ao meio ambiente.  

Claro que o grau de toxicidade depende do tamanho das partículas e da quantidade liberada. 

Se os resíduos da produção forem descartados de forma incorreta, eles podem contaminar o solo e o lençol freático.  

Tipos de aços inoxidáveis 

tube-bender-2819136_1280

Existem vários tipos de aço inoxidável. A classificação é feita de acordo com os seguintes elementos: a composição química e as principais propriedades de uso.  

A composição química do aço inoxidável leva em consideração a porcentagem de cromo, níquel e diversos outros elementos.  

As principais propriedades de uso incluem, entre outras, resistência à corrosão. 

A classificação dos aços inoxidáveis também pode ser feita de acordo com a estrutura cristalina.  

Nesse caso, podemos distinguir as principais famílias ou grupos de aço inoxidável: 

  • Aços inoxidáveis martensíticos; 
  • Aços inoxidáveis endurecidos por precipitação; 
  • Aços inoxidáveis ferríticos; 
  • Aços inoxidáveis austeníticos; 
  • Aços inoxidáveis austeno-ferríticos ou duplex. 

Vamos falar sobre alguns dos principais grupos abaixo! 

Aços inoxidáveis martensíticos

Eles contêm 12 a 18% de cromo e uma baixa porcentagem de carbono, algo em torno de 1% no máximo.  

São metais magnéticos e bastante rígidos. Este tipo de aço inoxidável oferece boa resistência à corrosão. 

Aços inoxidáveis endurecidos por precipitação 

Os aços inoxidáveis endurecidos por precipitação têm um teor de cromo entre 15 e 17%. Para obter este tipo de metal, deve ser realizado um tratamento específico que melhore a sua resistência.  

Aços inoxidáveis ferríticos 

Os aços inoxidáveis ferríticos contêm baixo teor de carbono, menos de 0,1%.  

Este grupo de metais pode conter até 27% de cromo. Quanto mais alto o teor de cromo, mais resistentes à corrosão.  

O aço inoxidável ferrítico é utilizado na fabricação de chapas folheadas e utensílios de cozinha. Existem vários tipos de aços ferríticos, dependendo do teor de cromo: 

  • Aços ferríticos de baixa liga 
  • Aços ferríticos não estabilizados  
  • Aços ferríticos estabilizados 
  • Aços ferríticos refratários 
  • Para melhorar a resistência à corrosão, também existem aços ferríticos com 18 a 20% de cromo.  

Eles têm um teor de molibdênio baixo, que também aumenta a sua resistência. 

Certos aços inoxidáveis ferríticos possuem altas porcentagens de cromo, variando de 22 a 25%.  

Outros grupos de metais chamados “super-ferríticos” têm mais de 25% de cromo e até 3% de molibdênio. Sua resistência à corrosão é muito maior, e por isso é ideal para quem mora próximo ao mar. 

E então, o que você achou de conhecer mais sobre os principais grupos de aço inox? 

Se você gostou, compartilhe esse post em suas redes sociais! 

Aproveite para entrar em contato com a equipe da Oficinox para que possamos ajudar você com seus projetos e orçamentos! 

Compartilhe este artigo